Twitter Facebook YouTube

CUT MG > LISTAR NOTÍCIAS > MOVIMENTO POR MINAS > MULHERES SEM TERRA OCUPAM FAZENDA DE EIKE BATISTA

Mulheres sem terra ocupam Fazenda de Eike Batista

08/03/2017

Três mil hectares de terra improdutiva irão abrigar 100 famílias acampadas

Escrito por: MST

Na manhã deste 8 de março, mulheres do MST de Minas Gerais ocuparam a Fazenda Santa Teresinha, em Itatiaiuçu, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, que está  abandonada há 6 anos e pertence ao empresário Eike Batista, preso por pagamento de R$ 52 milhões em propina ao ex-prefeito do Rio Janeiro, Sérgio Cabral. São 3 mil hectares de terra improdutiva que irão abrigar 100 famílias acampadas, produzir alimentos livres de agrotóxicos para a cidade.

Triângulo Mineiro

Cerca de 240 famílias do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) ocuparam uma área no município de Ituiutaba, no Triângulo Mineiro. Segundo integrantes do movimento, a área de 19.700 hectares estava há cinco anos abandonada. Antes disso, estava direcionada para a monocultura de cana de açúcar para a Usina Agroindustrial Trialcoo. A Usina tem dívida com o Estado de Minas Gerais e trabalhistas avaliadas em mais de R$ 6 milhões.

As famílias que começaram o processo de ocupação, no dia 26 de fevereiro, iniciaram a construção dos barracos e planejam os próximos passos para a área ocupada. Uma parte do planejamento é usar do solo fértil local para a plantação de hortaliças para a subsistência e de feijão. O excedente da produção, em um segundo momento, será destinado para feiras da reforma agrária que vendem alimentos orgânicos.

A ocupação é também uma resposta a Medida Provisória (MP) 759/2016, que altera as regras relacionadas a reforma agrária no país. O MST considera que o conteúdo traz retrocessos para a distribuição e regularização das terras. A medida propõe a emissão de título de propriedade de lotes e a municipalização da escolha das famílias que devem ser assentadas. Segundo o movimento, a emissão de títulos de propriedade da terra facilita a venda para grandes proprietários nacionais e estrangeiros, ao invés de consolidar áreas de reforma agrária

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista

#AnulaReforma

RÁDIO CUT

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DE MINAS GERAIS
Rua Curitiba, 786, 2º andar | Centro | CEP 30170-120 | Belo Horizonte | MG
Fone: (55 31) 2102.1900 / 1916 | www.cutmg.org.br | e-mail: cutmg@cutmg.org.br